sábado, 4 de abril de 2015

Jogo Particular com o Cadaval


Fomos à escola Secundária do Cadaval defrontar a equipa que lidera o grupo da CAE oeste e que disputará connosco o acesso à fase final regional em Setúbal. Só pudemos levar 8 (lotação da carrinha) Realizámos 6 sets vencemos 4 perdemos 2 . Valeu a viagem. Este é o vídeo com alguns  momentos da  equipa...



Análise individual: André e Miguel, 2 distribuidores que não comprometeram nem a passar nem a defender. Ambos com serviços consistentes. André com bom deslocamento, precisa de melhorar técnica de passe(apesar de ter eficácia no mesmo); Miguel tem técnica de passe precisa de melhorar deslocamento. Bom na verbalização. Artur já fez gosto ao ataque em batimento; os treinos da hora do almoço ajudarão na consistência desse ataque. Defensivamente, preocupou-se em ocupar correctamente a posições (bem quando ocupou 6), embora  com algumas falhas na hora de receber (enquadramento com bola); Hugo, apesar da sua disponibilidade em termos de deslocamento, teve, inúmeras vezes uma atitude de total passividade no jogo (avaliando até pela sua postura sem a prontidão necessária). Para evoluir, terá necessariamente de entrar na acção do jogo com todos os sentidos alerta  (até o olfacto). Bruno, provavelmente o que melhor defendeu no jogo, resultado da sua permanente focalização, sentido táctico e vontade de "trincar a tal bola de berlim";  atacou  bem, serviu menos bem (está habituado a lançar a bola ao espaço e tentou fazer mais baixo). André Vedor, em termos ofensivos um dos que mais desequilibrou(óptima chamada, já bate mais alto, mais ponderado), defensivamente, oscilou entre o bom e o mau, apesar de se ter preocupado com a ocupação das posições adequadas. Serviço também inconsistente. Cláudio, adquiriu técnica, falta-lhe jogo. Tem um bom enquadramento no passe e o serviço começa a sair . Alguns esquecimentos tácticos (perceptíveis com a pouca rotina de jogo); precisa também de melhorar na focalização durante o jogo (alguns períodos de adormecimento). César, precisa  de trocar o computador pelos treinos de 2ªf  . Juntando às carências técnicas, um nervosismo que terá de superar durante a competição.
Balanço geral: Bom treino e...precisam de mais trabalho!!!...mão à obra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário